Compiz-Fusion (desktop com aceleração 3D do Linux)

Eu fui usuário de Mac OS X por um bom tempo, no finzinho da era G4. Hoje em dia não tenho paciência pra Mac mais, a idéia da Apple achar que sabe o que é melhor para mim melhor do que eu me irrita. De qualquer forma, eu curtia o Exposé e as outras frescuras da interface gráfica acelerada por hardware do OS X.

O Vista tem sua cópia, porquinha que chega (não serve para muita coisa). O Linux antigamente tinha dois esforços nesse sentido, o Beryl e o Compiz, que recentemente uniram as forças para criar o Compiz-Fusion, default em distribuições modernas como o Ubuntu 7.10 “Gutsy Gibbon”.

A aceleração básica que habilitada após a instalação, é só o arroz-com-feijão - quase imperceptível. Por outro lado, a opção com mais recursos ficou pesada demais para o meu hardware de vídeo onboard (Intel GMA 945 - o mesmo chipset de vídeo do Mac Mini que roda o OS X razoavelmente bem).

Com a GeForce 8600 GT, entretanto, a coisa é diferente… Fiquei impressionado com como o Compiz-Fusion funcionou de cara, sem problemas, e também como eu me acostumei rápido aos novos recursos (os desktops virtuais nas faces do cubo são extremamente úteis, e o clone do Exposé também).

Obviamente, o eye-candy mais escandaloso eu desliguei, então o vídeo abaixo não é exatamente o que você veria aqui em casa, mas mostra bem o que está disponível:

2 Responses to “Compiz-Fusion (desktop com aceleração 3D do Linux)”

  1. Girino Says:

    ARGH!!!

    Preciso de uma placa de vídeo decente!!!

  2. lucas Says:

    Percebe-se, realmente, que hoje os sistemas operacionais com GUI 3D acelerada são tendência. O triste é pagar $$$$$$$$$$$ numa placa de vídeo só pra melhorar a aparência do PC, ou fazer um cubo rodar na tela, etc.

Leave a Reply