Posts Tagged ‘douglas hofstadter’

Being or Nothingness: marketing viral bizarro?

Friday, September 26th, 2008

Hoje chegou no meu escritório um envelope branco. Pelos selos foi enviado da Suécia. Sem remetente, nada, só uma etiqueta PRIORITAIRE, meu nome e endereço (sem nenhum erro), e, no cantinho do envelope, escrito à mão, com esferográfica azul, a frase

Will tell you more when I return!.

Dentro, embalado em plástico bolha, tinha um livrinho branco, fino (21 páginas), capa dura, bem produzido, com uma ilustração do Escher na capa. O título é “Being or Nothingness” (referência a “Being and Nothingness”, em português Ser e o Nada: Ensaio de Ontologia Fenomenológica, de Sartre), mas o autor é um certo Joe K.

Numa etiqueta colada ao livro tem um aviso:

Warning! Please study the letter to Professor Hofstadter before you read the book. Good Luck!

Dentro, uma cartinha (numa folha separada, dobradinha) endereçada ao Prof. Douglas Hofstadter (autor de um dos meus livros preferidos, o fantástico Göedel, Escher, Bach: An Eternal Golden Braid). Um trecho da carta, assinada por “The Writer” (com aspas).

The manuscript has a reproduction of Escher’s “Drawing Hands” on its cover. Should the text resemble what its cover implies it to be, reading it could be dangerous. Had I sent a copy without comments, it might have caused harm.

E ainda nem abri o livro pra ver do que se trata. Na primeira página se lê

This letter was received recently from an anonymous sender. Could this be the first and last post-post-modern work ?

Greetings from R

Na contra-capa, tem uma outra carta, endereçada a uma editora de Nova Iorque chamada “Basic Books”, que reproduzo aqui:

Enclosed you will find a Swedish translation of Sir Arthur Conan Doyle’s long lost manuscript, “Being or Nothingness”, commonly referred to as “The Giant Rat of Sumatra”. Unfortunately, the English original vanished shortly after its appearance and we have, as of yet, not managed to retrieve it.

I send the book to you since it is oddly intertwined with Professor Douglas Hofstadter and his book “I am a strange loop” which will soon be released by your Publishing House.

“Being or Nothingness” contains a letter in English, directed to Professor Hofstadter, which might make you curious about the rest of the book. Should that be the case, you will need to have the book translated to English, twenty-one rather short pages.

I realize this is an unusual way of promoting a book project. If you are not interested, just throw the book away, but please send a short email to notify me of your disapproval.

With kind regards, “The Translator”

“Now in English”.

Ao que tudo indica, uma campanha de marketing viral. Mas se for isso mesmo, estou impressionado; uma coisa é mandar spam por email pra deus-e-todo-mundo, a outra é enviar um pacote caro e elaborado, da Suécia pro Brasil.

As outras teorias é que é um presente de alguém que conheço; pensei na Delphine, uma grande amiga francesa que mora em Berlim, ou nas minhas primas que moram na Suíça, mas não tem cara de nenhuma das duas.

O endereço é do escritório da Vetta Labs; provavelmente o endereço veio de lá. Pensei que pudesse ser um brinde do Google, porque esse ano participei como mentor do Google Summer of Code,mas a Leslie Hawthorn disse que só vão começar enviar as camisetas dia 29…

Alguém faz idéia do que é isso ? É claro que estou indo fazer a lição de casa Internet afora, mas gostaria de ouvir teorias… :-)

UPDATE: Acabei de ler o livro. É… completamente incompreensível. Não sei se de propósito ou o autor é esquizofrênico, ou então tem uma mensagem subliminar / vírus neurolingüístico feito o nam-shub de Enki :-). Eu estava com medo de ser uma bobagem mané feito O Segredo, mas é muuuuuito mais non-sense bizarro judaico-cristão-sherlock-holmes-hitchhiker’s-guide-to-the-galaxy que isso.

UPDATE: Alex Sato e Renato Marques sugeriram colocar a página com a palavra recortada em cima de alguma outra do livro, pra ver se o que aparece pelo vão faz sentido. Eu já tinha tentado isso, não percebi nada digno de nota.

A propósito A palavra recortada é nesse trecho, sobre o Hitchhiker’s Guide to the Galaxy (o recorte está marcado com XXX…XX)

The digit 4 refers to the four space-time-dimensions of existence, that is Being, and the digit 2 stands for the two dimensions of time, XXXXXXXXXXXXXXXXX, that is Nothingness. Hence, the computer’s answer to the questionof the meaning of life is “Being and Nothingness”.

UPDATE: Stefan (nos comentários abaixo) explicou como descobrir as palavras faltantes; basta colocar a carta atrás da página (duh!). As palavras, em inglês, são “fé e escolha”.

Pode ser ou tá difícil ? :-)